terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dúvida

Cantar como há muito não canto
Não invalidaria, quiçá, meu pranto?
Não tiraria de meu verso o encanto?
Não faria de mim tolo, portanto?
Não faria imundo o que jurei ser santo,
Se, do rosto, eu transformasse o espanto
Em verso, em lira, em dobre desencanto?

Mylena Perez

6 comentários:

Anônimo disse...

Ola minha querida amiga Mylena, li a sua poesia e achei muito legal, alias li varias postadas aqui no seu blog são todas fantasticas,
meus parabens seu trabalho é simplismente fascinante ja sou seu fã.
beijos
ALTAIR JOSE DOS SANTOS

SE TIVER TEMPO DA UMA OLHADINHA NO MEU BLOG TAMBEM
é o blog EU AMO POESIA

tankaehaicai.blogspot.com

MP disse...

Ahhhh, muito legal da sua parte...

Raama disse...

Volte a escrever, sim!

Aprendiz disse...

Que dúvida linda!

Seu blog está excelente. Te sigo!

Marcelo Silva disse...

Que genial!!!
Simplesmente belo
poema com ritmo e essencia...

sou teu seguidor...

http://opescador-de-ilusoes.blogspot.com/

Agência PSD Designer Ltda. disse...

LEGAL TEU BLOG... TO SEGUINDO.. SEGUE-ME
LUCRE COM SEU BLOG:
www.psdesigner.com.br/revendedores.php

CADASTRANDO-SE NO SISTEMA, SEU BLOG É
DIVULGADO AQUI!
www.psdesigner.com.br/blogs.php

SIGA-NOS:
www.psddesigner.blogspot.com
OBRIGADO....